Você já leu aqui no blog sobre duas das chamadas igrejas papais de Roma, a capital italiana: Basilica di Santa Maria Maggiore (Santa Maria Maior) e Basilica San Giovanni in Laterano (São João de Latrão). Agora é hora de conhecer os outros dois monumentos e continuar planejando a sua viagem à Cidade Eterna!

Basilica di San Pietro – Basílica de São Pedro

worldtour-igrejas papais de roma5

Maior e mais importante construção religiosa do catolicismo no mundo – e um dos locais cristãos mais visitados do mundo – a Basílica de São Pedro, localizado no Vaticano, é capaz de receber mais de 60 mil pessoas, ou 100 vezes a própria população da Cidade-Estado.

Construída entre os anos de 1506 e 1626, a igreja impressiona pela opulência, tanto do interior quanto do exterior. Considerada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, a basílica foi edificada em cima do túmulo de São Pedro, um dos doze apóstolos de Jesus e o primeiro papa da Igreja Católica.

St. Peter's Basilica in Vatican inside

A cúpula da igreja domina o horizonte do Vaticano e a fachada ainda conta com 340 estátuas de santos, mártires e anjos, produzidas por alguns dos maiores artistas da história, como Bramante, Rafael e Bernini. Situada na Praça de São Pedro, a construção conta com detalhes impressionantes, principalmente na nave central e no altar papal. Visitá-la é um programa imperdível!

Basilica di San Paolo fuori le mura – Basília de São Paulo Extramuros

worldtour-igrejas papais de roma2

Você deve estar se perguntando por que esta igreja possui um nome tão curioso assim, certo? A explicação é meramente geográfica: o edifício se encontra um pouco afastada do centro da cidade, do lado de fora da Muralha Aureliana, que protegia Roma na época da Idade Média, quando a basílica foi construída pela primeira vez.

A ida até fora dos muros, porém, vale a pena. A fachada da igreja difere um pouco das demais basílicas papais ao apresentar belos mosaicos coloridos – e até duas altas palmeiras na entrada. No interior, a riqueza de detalhes impressiona, desde o arco triunfal (que é o original, da basílica edificada no século 4) até o teto, inteiramente ornamentado em tons de dourado.

worldtour-igrejas papais de roma

Entretanto, o grande destaque da basílica é outro: sob o altar principal, está o túmulo de São Paulo, que dá nome ao local. Também conhecido como Paulo de Tarso, o santo foi uma das mais importantes figuras no início do Catolicismo e seu restos mortais atraem fiéis do mundo todo.